30 Anos sem Glauber Rocha

30 Anos sem Glauber Rocha

Há 30 anos, o Brasil perdia o seu maior cineasta – o polêmico e genial Glauber Rocha (14/03/1939 – 22/08/1981). Glauber foi o principal nome do Cinema Novo, movimento que revolucionou e revitalizou o cinema nacional durante a década de 60. Desde 2002, a Versátil Home Video tem lançado as versões restauradas e remasterizadas dos filmes do diretor em DVDs duplos recheados de extras. Até o momento, foram lançadas várias de suas obras-primas:

Barravento (1962)


Deus e o Diabo na Terra do Sol
 (1964)

Terra em Transe (1967)

O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro (1968)

 


A Idade da Terra (1980)

O próximo filme de Glauber a ser lançado pela Versátil é
O Leão de Sete Cabeças (1970).

3 comentários em “30 Anos sem Glauber Rocha

  • 22/08/11 em 16:08
    Permalink

    A Versátil nos trás em parceria da Tempo Glauber a obra do nosso diretor mais representativo. Lembrar dele nessa data deve ir além de "ah, bacana", mas sim devemos buscar, conhecer, ver e ler sobre Glauber, pois sua obra é interminável.

    Parabéns pelos DVDs Imovision.

    Resposta
    • 23/08/11 em 11:55
      Permalink

      Vitor, concordamos com você que o mais importante é ver, rever e estudar a obra do Glauber. Obrigado por seus comentários.

      Resposta
  • 05/09/11 em 13:45
    Permalink

    Eu adoro o periodo Cinema Novo Brasileiro – a galera toda -, mas Glauber Rocha, assim como o povo do Cinema Marginal – Rogério Sganzerla, José Mojica Marins, etc., – são grandes inspirações e motivação para mim.
    Ah! Glauber Rocha, foi dessa pruma melhor (digamos assim), bem no dia 22 de agosto, dia do folclore brasileiro, e eu nasci nessa data…

    Mas em se tratando de Glauber Rocha, acho que a data coincide mais apenas em eternalizar, entrar pro hall essa figura controvertida desse cineasta brasileiro, e reforça em todos nós esse ícone, de referência, de admiração e orgulho de todos os cinéfilos brasileiros e/ou fãs do cinema nacional e até dos futuros cineastas brasileiros.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *