Nouvelle Vague

NOUVELLE VAGUE

 

A Versátil apresenta “Nouvelle Vague”, digistack com 3 DVDs que reúne 6 obras-primas do lendário movimento dirigidas por mestres como Alain Resnais, François Truffaut e Jean-Luc Godard. Quase uma hora e meia de extras, incluindo documentários e entrevistas.

 

DISCO 1

“O Ano Passado em Marienbad” (“L’Année Dernière à Marienbad”, 1961, 93 min.)
De Alain Resnais. Com Delphine Seyrig, Giorgio Albertazzi e Sacha Pitoeff.

Em um hotel, um homem tenta convencer uma mulher casada a fugir com ele. Mas ela não consegue se lembrar do caso que os dois tiveram no ano anterior. Leão de Ouro em Veneza, a obra máxima de Resnais é apresentada em inédita versão restaurada.

“Os Libertinos” (“Les Dragueurs”, 1959, 78 min.)
De Jean-Pierre Mocky. Com Jacques Charrier, Charles Aznavour e Anouk Aimée.

As aventuras e desventuras de dois jovens, um tímido e outro conquistador, que caçam  mulheres na noite parisiense. Estreia na direção do prolífico Jean-Pierre Mocky, essa crônica sobre a juventude traz um frescor de realização invejável.

 

DISCO 2

“Um Só Pecado” (“La Peau Douce”, 1964, 117 min.)
De François Truffaut. Com Jean Desailly e Françoise Dorléac.

Numa viagem a Lisboa, conhecido editor torna-se amante de uma bela aeromoça. Ele é casado e vive seu romance até o dia em que sua mulher descobre tudo. Influenciado por Hitchcock, Truffaut realizou uma obra-prima que só cresce com o tempo.

“Banda à Parte” (“Bande à Part”, 1964, 95 min.)
De Jean-Luc Godard. Com Anna Karina, Sami Frey e Claude Brasseur.

Dois amigos trapaceiros convencem uma estudante a ajudá-los em um roubo. Talvez a obra mais acessível de Godard, “Banda à Parte” é uma vibrante homenagem ao filme B hollywoodiano, além de trazer uma interpretação icônica da musa Anna Karina.

 

DISCO 3

“A Baía dos Anjos” (“La Baie des Anges”, 1963, 84 min.)
De Jacques Demy. Com Jeanne Moreau, Claude Mann e Henry Nassiet.

Jean chega a Nice. Começa a se interessar pelo jogo e encontra no casino uma jogadora, Jackie. Os dois se apaixonam e se afundam na jogatina. Dialogando com “O Jogador”, de Dostoiévski, Demy fez um fascinante filme sobre o amor e o vício.

“Paris nos Pertence” (“Paris nous Appartient”, 1960, 136 min.)
De Jacques Rivette. Com Betty Schneider, Giani Esposito e Françoise Prévost.

Jovem estudante encontra por acaso um grupo teatral que ensaia exaustivamente a peça Péricles, de Shakespeare. Um dos filmes mais emblemáticos da Nouvelle Vague e uma das obras-primas do genial Jacques Rivette (“A Bela Intrigante”).

 

 

 

Títulos em português: O Ano Passado em Marienbad, Os Libertinos, Um Só Pecado, Banda à Parte, A Baía dos Anjos, Paris nos Pertence
Títulos originais: L’Année Dernière à Marienbad, Les Dragueurs, La Peau Douce, Bande à Part,  La Baie des Anges, Paris nous Appartient
País de produção: França
Ano de produção: 1959-1964
Gênero: Drama
Direção: Alain Resnais, Jean-Pierre Mocky, François Truffaut, Jean-Luc Godard, Jacques Rivette, Jacques Demy
Elenco: Delphine Seyrig, Giorgio Albertazzi, Sacha Pitoeff, Jacques Charrier, Charles Aznavour, Anouk Aimée, Jean Desailly, Françoise Dorléac, Anna Karina, Sami Frey,  Claude Brasseur, Jeanne Moreau, Claude Mann, Henry Nassiet, Betty Schneider, Giani Esposito, Françoise Prévost.
Idioma: Francês
Áudio: Dolby Digital 2.0
Legenda: Português
Formato de tela: Widescreen anamórfico 1.66:1
Tempo de duração: 603 min.
Região: 4
Preto & Branco
Faixa etária: 14 anos
Extras: No Labirinto de Marienbad (33 min.), Trailers (18 min.), Entrevista de Jean-Pierre Mocky (5 min.), Depoimento de Dany Carrel (3 min.), A influência de Hitchcock em “Um Só Pecado” (12 min.), Entrevista de François Truffaut (11 min.)
Código de barras: 7895233169807

 

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,








onde comprar
LOBISOMENS NO CINEMA | Venda exclusiva em nossa loja virtual!Compre já!